Carregando

Anchieta Escrevendo um Poema na Areia

Candido Portinari1956

Projeto Portinari

Projeto Portinari
Rio de Janeiro, Brasil

Composição em preto e branco. Linhas rápidas, circulares, superpostas. Estudo representando Padre Anchieta escrevendo com bastão na areia, ocupando a área central da composição, vendo-se sugestão de mar à esquerda. A figura está de pé, com o corpo quase de frente, ligeiramente arqueado para frente e para a esquerda. Tem cabelos e traços fisionômicos sugeridos, usa batina escura, está com o braço direito ligeiramente flexionado empunhando o bastão com o qual escreve na areia, braço esquerdo levemente flexionado próximo ao bastão, pernas afastadas e usa sandálias de dedo, nos pés. No chão, grafismos circulares. No fundo à esquerda, sugestão de mar; atrás da figura, faixa vertical indicando o tronco de uma árvore e à direita, massas geometrizadas preenchidas por feixes de linhas em diversas posições, sugerindo volume.

Mostrar menosMais informações
  • Título: Anchieta Escrevendo um Poema na Areia
  • Data: 1956
  • Local de criação: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
  • Dimensões físicas: 17.5 x 25cm sem moldura
  • Procedência: João Candido Portinari
  • Link externo: Projeto Portinari
  • Direitos: João Candido Portinari
  • Técnica: grafite crayon
  • Tema: Histórico:Cenas Históricas:Anchieta escrevendo na areia, Histórico:Personagens:Padre Anchieta, Religioso:Eclesiástico:Jesuita, Religioso:Eclesiástico:Padre, Figura Humana:Homem
  • Pintor: Candido Portinari
  • Número: FCO 3389
  • Inscrição: No verso, inscrições de Maria Portinari “Nº 415 Desenho de autoria de Candido Portinari, autenticado por Maria Victoria Portinari” e “Anchieta escrevendo poema na areia”.
  • Função: Estudo para o painel “Anchieta” [FCO 2552]
  • Catalogue Raisonné: CR-3801
  • Assinatura: Sem assinatura e sem data

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil