Loading

Blossom Persiana Polyhedral

Los Carpinteros

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Da junção entre conceitos que convocam áreas diferentes, surge a obra “Celosía Poliédrica Flotante”. Por um lado, o termo “celosía”, na área da botânica, identifica o gênero da planta popularmente conhecida como crista-de-galo. Por outro, é impossível não registrar que, em espanhol, a palavra celosía remete de imediato à arquitetura, como denominação da estrutura decorativa vazada que permite a comunicação entre dois ambientes, frequentemente interior e exterior, e pode ser traduzida como cobogó, treliça, muxarabi. Na aquarela, os elementos modulares que se repetem como se fossem parte de uma fachada evocam a arquitetura, mas ao mesmo tempo adotam o formato do crescimento orgânico vegetal. A ambiguidade da celosiaé ilustrada em um protótipo único, que no momento em que harmoniza arquitetura e natureza, também transmite uma sensação claustrofóbica. Los Carpinteros aproveitam a liberdade ilimitada do trabalho em suporte bidimensional para ensaiar uma reflexão teórica sobre o espaço e devolvem um modelo que conecta a abstração concreta com referências naturais. Tal modelo, no entanto, é conceitualmente desafiado por mais um componente racional, o poliedro, que, no campo da geometria, adjetiva o objeto ambivalente, multiplicando suas possibilidades. O título da obra adverte que o resultado dessa combinação estará sempre em constante mutação, oscilante entre o que é possível delimitar e o infinito – uma quimera.

Show lessRead more

Details

Recommended

Translate with Google
Home
Explore
Nearby
Profile