Carregando

Bolsa tecida em algodão

Kadiwéu People1950

Museu do Índio

Museu do Índio

Bolsa constituida de saco e alça tecidos com fios de algodão cuja trama forma padrões geométricos. Apresenta acabamento junto a base da alça e nas extremidades do saco com trama de miçangas arrematadas com borlas de fios de algodão e placas metálicas losangulares.

Mostrar menosMais informações

Detalhes

  • Título: Bolsa tecida em algodão
  • Criador: Kadiwéu People
  • Data de criação: 1950
  • Local de criação: Terra Indígena Kadiwéu, Brasil
  • Dimensões físicas: 52,0 cm de comprimento (com alça); 23,5 cm de comprimento (sem alça); 22,0 cm de largura; 7,0 cm de altura
  • Procedência: Os padrões gráficos utilizados para a tecelagem são marcadamente diferentes do grafismo usado no corpo, no rosto e na pintura de cerâmica e couro. Vale notar que antes da chegada dos colonizadores, os Kadiwéu guerreavam também contra os povos andinos, que fabricavam metal e praticavam agricultura. Feitos cativos, estes nativos andinos eram também fonte de obtenção de ouro e prata.
  • Tipo: Adorno de materiais ecléticos
  • Fotógrafo: George Magaraia
  • Direitos: Museu do Índio
  • Meio: Tecido de algodão, miçangas e metal
  • Bibliographic References: LAGROU, Els. Kadiwéu. In: No caminho da miçanga: um mundo que se faz de contas. Rio de Janeiro: Museu do Índio, 2016.

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil