A carregar

Camões (estudo para Camões e as Tágides)

Columbano Bordalo Pinheiro1893/1894

Casa-Museu Anastácio Gonçalves

Casa-Museu Anastácio Gonçalves

Representação de um estudo de Camões, em busto, sentado, levemente posicionado de frente, mas olhando para a sua direita. Camões está aqui retratado de acordo com a iconografia do poeta, lembrando fisionomicamente algumas figuras de Velásquez. Apresenta-se-nos de barba clara, casaco escuro e colarinho branco, sentado sobre um panejamento. Columbano trabalha a volumetria do corpo, entre peças de vestuário, representados pelos contrastes das tonalidades de claro/escuro, entre castanhos e ocres, do casaco à capa, que lhe cai sobre um dos ombros, e o manuscrito, colocado numa das mãos do poeta, uma intencional pontuação de branco sobre fundo escuro. Notamos que a pincelada é, dadas as suas características de estudo prévio, mais espessa e alongada. Este trabalho de Columbano representa um dos estudos para a obra Camões e as Tágides (1894). A composição é construída com base nas estrofes IV e V do Canto I de Os Lusíadas, versos de evocação e louvor das Tágides, fonte de inspiração do poeta no seu projeto de narração e exaltação dos feitos heróicos do povo português.

Mostrar menosLer mais

Recomendado

Página Inicial
Explorar
Próximo
Perfil