Carregando

Casa vermelha

Di Cavalcanti1945

Pinacoteca do Estado de São Paulo

Pinacoteca do Estado de São Paulo

Em sua longa trajetória, o carioca Di Cavalcanti atuou em diversos campos da cultura: foi jornalista, ilustrador em algumas das mais importantes revistas do início do século XX no Rio de Janeiro e em São Paulo - como "Panóplia", "Fon-fon!" e "O Malho" - e um dos principais articuladores e participantes da Semana de Arte Moderna de 1922. A parcela da produção pela qual ficou mais conhecido envolve cenas de alegria e festividades, nas quais a "mulata" ocupa importante papel. Entretanto, Di também retratou figuras marginalizadas, cenas de morro e personagens suburbanos, como acontece em "Casa vermelha", de 1945. Na pintura, o casario rudimentar ao fundo e as vestes simples das três figuras parecem indicar um cenário pacato e humilde, paisagem típica de algumas cidades do Brasil na primeira metade do século passado. Em 2017, ano em que completou-se 120 anos de seu nascimento, a Pinacoteca apresentou uma grande exposição retrospectiva sob curadoria de José Augusto Ribeiro: "No subúrbio da modernidade - Di Cavalcanti 120 anos".

Mostrar menosMais informações

Detalhes

  • Título: Casa vermelha
  • Criador: Di Cavalcanti
  • Data de criação: 1945
  • Dimensões físicas: 80 x 60 cm
  • Tipo: Óleo sobre tela
  • Direitos: Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil. Compra do Governo do Estado de São Paulo, 1970
  • Ano e local de nascimento: 1897 - Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Ano e local de morte: 1976 - Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Recomendado

Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil