Carregando

Correspondência

Waldemar da Costa

Projeto Portinari

Projeto Portinari
Rio de Janeiro, Brasil

Transmite suas impressões de sua viagem ao Norte. Sugere que seja organizada uma caravana de pintores do Salão de Maio, para irem a Portugal. Pede informações sobre a seleção de trabalhos a serem enviados à Argentina.

Mostrar menosMais informações
  • Título: Correspondência
  • Criador: Waldemar da Costa
  • Data de criação: 1937-07-19
  • Local: Rio de Janeiro RJ, São Paulo SP
  • Procedência: Acervo do Projeto Portinari
  • Palavras-chave do assunto: Arte/Cultura, Arte, modernismo no Brasil, Arte/Cultura, Exposições de arte
  • Transcrição: CO-1438 Costa, Waldemar da. [Carta] 1937 jul. 19, São Paulo, SP [para] Candido Portinari, Rio de Janeiro, RJ. 4 p. [manuscrito] Caro Candinho Há muito já que te devia ter escrito, pois o José me disse que gostrias de saber minhas impressões do Norte. Como sei que sofres do mesmo mal que eu “preguiça gráfica”, penso estar desculpado. Porém, além de minhas impressões, eu tenho a te avisar alguma coisa mais, nesta carta e, então, tomei balanço para vos dedicar algumas páginas. 1º - o Norte, como assunto político-social é uma maravilha, pois os tipos são de uma variedade espantosa, de zona para zona, e alguns ambientes interessantes. Sabes, no entanto, que as regiões castigadas pelo sol intenso, não são as mais propícias para a pintura, por isso não te falarei de paisagens. O povo, em geral, em relação à pintura, é apático, e apenas uma pequena eliteculta se interessa e essa, de fato, acompanha de lá, com olhos esgazeados, o evoluir de certos nomes, tais como: o teu, Segall, Adami, eu e mais três ou quatro, Santa Rosa etc. Isto, entre a rapaziada que segue a corrente moderna e que lê Manuel Bandeira, Mário, Lins do Rego, Amado, Freyre etc. Não raro eu recebi visitantes que traziam recortes de jornais onde falavam de mim e fotos de aspectos de minhas exposições no Rio. O teu nome é verdadeiramente bastante conhecido, o que me alegrou bastante. A velhada acha que nós somos malucos e se apavora com as nossas idéias. Bahia, [Salvador] e Belém são, como pictóricas, as mais interessantes das que vi, acreditando [ilegível] que Recife o ambiente aeja mais apropriado a exposições. 2º - Por ocasião do Salão de Maio eu escrevi ao Antonio Ferro, se interessava uma caravana de 20 pintores do Salão ir a Portugal e realizar uma mostra dos modernos brasileiros; estou esperando resposta por estes dias e espero que dês a alegria, na casa do Antonio Ferro, topar a parada, de ser um dos do grupo. Assim teremos ocasião de rever o David, que por lá se localizou, e saber notícias de todos os amigos. Como a exposição de Paris não fica muito longe, provável será que se cave uma passagem até lá. Fico, portanto, aguardando as tuas notícias, para saber, pois gostaríamos de ir em outubro próximo. Diz qualquer coisa a respeito. 3º - Isto é uma informação que me diz respeito. Li no jornal que há uma comissão para escolher trabalhos para enviar à Argentina, entre os componentes [ilegível] o teu nome; a notícia é confusae não esclarece se os 15 artistas mandam [ilegível] trabalhos (pintura) cada um, e 5 (escultura) ou se será escolhida uma obra de cada um, quer pintura, quer escultura, na totalidade de 15, representando 15 concorrentes, 10 pintores e 5 escultores. Como eu gostasse de mandar o Torso de Mulata, para essa seleção, eu peço-te para me informares o que se precisa fazer e para quem devo dirigir o quadro ou quadros, no caso de haver probabilidade de ir mais de um. Se houver formalidades a encher como papeletas com títulos, preços, tamanho, autore morada, peço-te me mandes uns exemplares para eu preencher e enviar com o quadro. Como sei, para meu bem, que levas muito tempo a escrever, que peças a Maria mandar umas linhas explicando tudo, eu, agradeço. Quanto ao julgamento, eu sei que nestas coisas és bem [ilegível] e pões paixões de parte, e [ilegível] se o trabalho mereça por ser dos [ilegível] a concurso, ele irá, e se não for, paciência. Fico neste ponto descansado como se fora eu próprio. Mando esse trabalho, só podendo mandar um, porque todos acham que é uma boa peça. Abraçando-te como amigo, peço-te me recomendes e dês saudades a Maria e Olga, recomendações aos amigos. Sempre amigo Wlademar Peço-te respondas com urgência pois o prazo termina no fim do mês, tenho ainda que engradar e enviá-lo. Abraços do Mesmo 2
  • Tipo: carta
  • Editora: Projeto Portinari
  • Link externo: http://www.portinari.org.br
  • Direitos: Waldemar da Costa
  • Tipo de dado na Coleção: CO
  • Número: 1438

Itens adicionais

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil