Carregando

Correspondência

Mário Dionísio

Projeto Portinari

Projeto Portinari
Rio de Janeiro, Brasil

Informa que o número comemorativo da revista "Vértice", para o qual Portinari enviou um desenho, só sairá em janeiro. Trata de assuntos diversos, sobre a publicação do álbum da obra do artista, para o qual solicita documentação. Fornece uma lista da documentação que já tem. Recomenda envio pelo correio aéreo.

Mostrar menosMais informações
  • Título: Correspondência
  • Criador: Mário Dionísio
  • Data de criação: 1951-11-14
  • Local: Lisboa POR, Rio de Janeiro RJ
  • Procedência: Acervo do Projeto Portinari
  • Palavras-chave do assunto: Arte/Cultura, Ilustrações
  • Transcrição: CO-1572 Dionísio, Mário. [Carta] 1951 nov. 14, Lisboa [para] Candido Portinari, [Rio de Janeiro, RJ]. 2 p. [datilografado] Querido Amigo: Como vai a vossa saúde e o seu trabalho? Estou há tempos para lhe escrever porque lhe devo uma explicação sobre o número de “Vértice” para que teve a gentileza de enviar-me o seu belo desenho. E esta explicação é dizer-lhe que, devido a muitas dificuldades, o número só sairá em janeiro. Mas sairá. Escrevo-lhe hoje por motivo diferente. E, como de costume, pra lhe pedir uma nova maçada. O volume que em tempo estive para fazer sobre a sua obra vai agora ser realizado. Não se trata, infelizmente, de uma grande edição, de luxo, como estava contratado. A editorial que agora me bate à porta é completamente diferente: modesta, mas de êxito mais seguro quanto à larga divulgação da obra. Trata-se da coleção “Saber”, que julgo conhecida no Brasil e que é a equivalente portuguesa da coleção francesa “Que sais-je?”. Conhece? São volumes modestos, de verdadeira divulgação, mas muito procurados. O interesse que o público português tem pela obra de “Portinari” será assim em parte servido. Agora, vamos à maçada. Preparei-me para escrever o livrinho em 46, ou seja, há uns bons 5 anos, 5 anos cheios de peripécias e contratempos. Neste momento estou um tanto “desatualizado”, a sua obra tem crescido muito e, ao que me consta, muito bem. Faltam-me elementos de tudo que tem feito de Tiradentes para cá. Posso contar consigo para a documentação? Eis de que preciso: 1. Fotografias, que dêem boa reprodução, do que V. considere fundamental na sua obra, a partir de Tiradentes (inclusive), com indicações de dimensões, locais onde se encontram os trabalhos e outras observações que suponha úteis. 2. Livros ou referências importantes que não sejam aqueles de que envio nota junta. 3. Uma fotografia sua para ser reproduzida na contra-capa do livro. Desculpe-me tudo isso. Mas tenho que pedir-lhe ajuda, dadas as circunstâncias atuais em que trabalhamos. Posso contar? Dá-me duas palavras (sobre o que poderá enviar) na volta do correio? É evidente que livros, fotografias, etc. serão coisas para as quais enviarei o dinheiro necessário, logo que me diga quanto devo mandar e como. Até brave. Como vai Maria e João Candido? A minha garota (5 anos) é grande admiradora dos meninos de Brodowski... Saudades de minha mulher. Um grande abraço do muito amigo e admirador de sempre Mário Dionísio P.S. Eis o que tenho sobre a sua obra: E. Luraghi – Portinari; R. Kent – Portinari, his life and art; Portinari (Penguin); Revista Acadêmica – Número de homenagem a Portinari; l’Amour de l”Art, set. 1946; Portinari, catálogo da exposição de 1943; Recortes da imprensa de Paris, da exposição de 1946. Tudo que não seja isso e tenha valor informativo tem interesse para mim. Outro abraço do Mário Av. Elias Garcia, 176 – 3º D. Lisboa P.S.2 – Tudo que venha a enviar-me não convém vir por nenhuma empresa de aviação, mas pelo correio aéreo. Com o desenho houve uma série de trapalhadas, com a K.L.M. e a alfândega. 2
  • Tipo: carta
  • Editora: Projeto Portinari
  • Link externo: http://www.portinari.org.br
  • Direitos: Mário Dionísio
  • Tipo de dado na Coleção: CO
  • Número: 1572

Itens adicionais

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil