A carregar

Cristo Ressuscitado

Oficinas de CoímbraSéculo XV

Museu Nacional Grão Vasco

Museu Nacional Grão Vasco

Da igreja da Portela, S. Cipriano, nas imediações da cidade de Viseu, provém uma das peças mais interessantes da imaginária portuguesa de meados do séc. XV, saída das oficinas de Coimbra. Trata-se da imagem de Cristo Ressuscitado, de surpreendente beleza física, envolto num amplo manto fechado no peito, que de modo eloquente deixa ver o tórax nu e ferido, bem como os pés descalços e estigmatizados.
A ilusão de um movimento ascensional, fundamental para este tipo iconográfico, é conquistada através da sinuosidade do corpo e do trabalho elaborado das pregas e dobras da capa, em cuja sequência rítmica se redimensiona também a corporalidade física da imagem. O trabalho de modelação do rosto é de uma delicadeza excecional, seja no tratamento dos vários elementos que lhe dão forma, seja no grafismo subtil das linhas ondulantes que desenham a barba e os cabelos. A dimensão humanista desta figuração é sem dúvida uma interpretação da espiritualidade dos últimos séculos da Idade Média - a devoção ao Cristo dos evangelhos e a crescente personificação da fé.

Mostrar menosLer mais
  • Título: Cristo Ressuscitado
  • Criador: Oficinas de Coímbra
  • Data de Criação: Século XV
  • Localização: Museu Nacional Grão Vasco, Viseu, Portugal
  • Dimensões físicas: 73 cm x 26 cm x 21 cm
  • Proveniência: Igreja da Portela, S. Cipriano
  • Tipo: Escultura
  • Direitos: © DGPC/ADF/Fotógrafo:José Pessoa,1999
  • Material: Calcário brando

Recomendado

Página Inicial
Explorar
Próximo
Perfil