A carregar

D. António Pio, Príncipe da Beira

Nicolas-Antoine Taunay (1755, Paris-1830, Paris)c. 1816

Palácio Nacional de Queluz

Palácio Nacional de Queluz

Nicolas-Antoine Taunay (1755, Paris-1830, Paris)
Rio de Janeiro, Brasil, c. 1816
Óleo sobre tela
64 x 58 cm

Mostrar menosLer mais

Detalhes

  • Título: D. António Pio, Príncipe da Beira
  • Descrição detalhada: O primeiro descendente varão do futuro D. João VI nasce no Palácio de Queluz a 21 de março de 1795 e morre a 11 de junho de 1801, vítima de varíola, com apenas seis anos de idade, herdando o trono o seu irmão mais novo, o infante D. Pedro. O batizado de D. António Pio foi, provavelmente, a última grande comemoração relacionada com a dinastia de Bragança no Palácio de Queluz. Realizado em 1795, revestiu-se de grande ostentação, com adaptações levadas a efeito para as cerimónias e festejos, conforme descrição pormenorizada da época. Este retrato, posterior ao falecimento do príncipe, foi pintado na altura em que foi executada a série de retratos representando as suas irmãs e a sua mãe, D. Carlota Joaquina. A atribuição destas obras a Taunay baseia-se na semelhança estilística e compositiva com outras obras assinadas do autor, designadamente com o retrato da Marquesa de Belas (1816) pertencente à coleção da Pinacoteca do Estado de São Paulo. O pintor Nicolas-Antoine Taunay, membro da Quarta Classe de Belas Artes do Institut Royale de França, integrou a Missão Artística francesa que chega ao Rio de Janeiro em 1816, após a queda do império napoleónico. Pintor pensionista do Reino do Brasil, regressa a Paris no início de 1821.
  • Criador: Nicolas-Antoine Taunay (1755, Paris-1830, Paris)
  • Data: c. 1816
  • Data de Criação: c. 1816
  • Localização: Rio de Janeiro, Brasil
  • Rights Information: F.M.
  • Image Rights: © DGPC/ADF | Foto: Luisa Oliveira, 2012

Recomendado

Página Inicial
Explorar
Próximo
Perfil