A carregar

Frontal de altar

Autor desconhecidoSéculo XVII

Museu Nacional de Machado de Castro

Museu Nacional de Machado de Castro

Este frontal de altar, antiga propriedade do Mosteiro do Lorvão, é um belo exemplo de cruzamento cultural, combinando temas das chitas indianas, nos painéis, com motivos dos damascos e brocados europeus, na moldura. Os painéis representam em tons de azul, verde e amarelo, sobre fundo branco, uma delicada ramagem com grandes flores de pétalas magníficas, pequenas folhas e frutos, que aves de cauda longa sobrevoam. Na parte inferior desenvolve-se uma paisagem, com pagode de gosto chinês e fauna variada, na qual avultam gazelas, coelhos e patos em movimento. Os frontais de altar feitos de azulejo surgiram na sequência de uma determinação do Cabido de Sevilha, em 1509, desaconselhando o uso de tecidos luxuosos na paramentaria das igrejas.

Mostrar menosLer mais
  • Título: Frontal de altar
  • Criador: Autor desconhecido
  • Data de Criação: Século XVII
  • Localização: Museu Nacional de Machado de Castro, Coimbra, Portugal
  • Dimensões físicas: 95 cm x 156 cm
  • Proveniência: Mosteiro do Lorvão
  • Tipo: Azulejaria
  • Direitos: Fotografia: DGPC/ADF - Arquivo de Documentação Fotográfica
  • Material: Azulejo

Recomendado

Página Inicial
Explorar
Próximo
Perfil