Carregando

Quadro Desquadro Requadro

Instituto Tomie Ohtake2016

Instituto Tomie Ohtake

Instituto Tomie Ohtake

Nos seus videos e fotografias, Claudia Briza (São Paulo, 1965) atua em cenários incompletos, rearranjos de sobras de cenografias dos bastidores do meio audiovisual. Evidencia assim a artificialidade dos adereços cênicos, figurinos e efeitos de luz e movimento, enquanto descortina e desvia os mecanismos que viabilizam a projeção e a empatia do espectador por personagens e narrativas cinematográficas. Nos vídeos O ovo da serpente e A hora do lobo, a artista entra e sai de quadro, diante de projeções de trechos de clássicos do cineasta Ingmar Bergman, interagindo com os discursos e ações que estão se desenrolando no filme. Se, em princípio, há uma separação clara entre a projeção e seu corpo, no vídeo, a artista integra um mesmo campo imagético com o filme de que se apropria. Já em A alegria era sempre uma pressa, Briza imita os trejeitos de Carmen Miranda, encarnação aos olhos do mundo do Brasil tropical e alegre – que terminou por sucumbir à força imagética de sua personagem.

Mostrar menosMais informações

Detalhes

  • Título: Quadro Desquadro Requadro
  • Criador: Instituto Tomie Ohtake
  • Data de criação: 2016
  • Local: São Paulo
  • Palavras-chave do assunto: Instituto Tomie Ohtake
  • Tipo: Photograph
  • Direitos: Instituto Tomie Ohtake
  • Meio: Photograph

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil