Carregando

Santa Luzia e São Pedro

Candido Portinari1941

Projeto Portinari

Projeto Portinari
Rio de Janeiro, Brasil

Composição nos tons terras, ocres, azuis, verdes, rosas, amarelos, vermelhos, cinzas, violeta, laranjas, branco, preto, lilás e dourado. Textura lisa e áspera resultante ao próprio suporte. Retábulo ocupando toda a parede ao fundo da capela. No centro da composição, janela redonda e um sacrário, ladeados por Santa Luzia e São Pedro representados de corpo inteiro. O fundo da composição está decorado por pequenas estrelas, coroas de espinhos, cordas e várias inscrições. Um pouco abaixo da metade da altura da composição, ao centro, laje de concreto em balanço servindo de altar e nos ângulos laterais, duas saliências, em alvenaria, sugerindo bancadas altas decoradas com vasos de flores. Da esquerda para a direita, vê-se: ao longo da margem lateral esquerda, quadrado vermelho com três setas e a inscrição "INRI"; corda ligeiramente sinuosa com nó na extremidade superior inserida em retângulo rosa e vermelho. Mais para a direita, início da área em tom terra salpicada por pequenas estrelas amarelas interrompida na parte de baixo por retângulo em ocre e laranja onde se lê a inscrição "SALVE". Vê-se abaixo, área quadriculada em terra e ocre vermelho em cujos quadrados escuros estão inseridos coroas de espinho. À esquerda do centro da composição, retângulo azul escuro arrematado por arco na parte superior e delimitado por linha em tom rosa no interior do qual se encontra Santa Luzia, em pé, de frente com a cabeça 3/4 voltada para a esquerda. Tem pele muito clara, cabelos pretos, ondulados longos caídos à frente dos ombros; testa larga, olhos grandes, amendoados voltados para a esquerda, nariz delicado e lábios bem delineados. Usa túnica lilás estampada com pequenas estrelas, cinto azul e faixa vermelha caída à direita. Sobre o vestido vê-se manto branco com face interna amarela. Tem o braço esquerdo ao longo do corpo em cuja mão segura um ramo de palma, e o direito dobrado com mão quase na altura do ombro esquerdo sustentando pequena bandeja onde estão pousados dois olhos. Pernas ligeiramente afastadas e pés descalços. No centro da composição, próximo à margem superior lê-se a inscrição "CHRISTO" Logo abaixo, área quadrada em tom verde onde está inserida uma janela redonda, fechada por vidro canelado; um pouco acima da laje em balanço que serve de altar, sacrário em madeira pintado de azul e dourado com porta central, acima do qual se vê pequeno quadrado em tom azul, tendo no seu interior a representação de uma cruz. À direita do centro da composição, retângulo azul escuro arrematado por arco na parte superior e delimitado por linha em tom de rosa, no interior do qual se encontra São Pedro, em pé de frente com a cabeça 3/4 voltada para a esquerda. Ele tem cabelos grisalhos, testa larga e vincada, olhos fundos voltados para a esquerda, nariz adunco e lábios fechados percebidos através do bigode e barba grisalhos. Usa túnica branca com faixa vermelha na cintura vendo-se à esquerda pedaço de corda que cuja extremidade pendem duas chaves. Tem os braços dobrados com mãos postas na altura do peito, pernas afastadas e pés descalços. Mais para a direita continuação da área em tom terra salpicada de pequenas estrelas amarelas que está interrompida na parte debaixo por retângulo em ocre e laranja onde se lê a inscrição "+NOS+" tendo abaixo área quadriculada em terra e ocre vermelho, em cujos quadrados escuros estão inseridas coroas de espinhos. Na margem lateral direita, quadrado vermelho no qual está representado um coração com a inscrição "J C M S" e corda ligeiramente sinuosa com nó na extremidade superior, inserida em retângulo rosa e vermelho. As saliências laterais estão decoradas em suas faces frontais com vasos de flores. Os dois vasos têm forma ovalada de onde saem ramos de margaridas, rosas e cravos. Eles sugerem estar pousados sobre área em tom terra escuro que serve de arremate - um rodapé largo - a toda a margem inferior da composição. Abaixo da laje do altar e dos pés dos santos, retângulo em tom de rosa sugerindo ter sido pintado posteriormente, sobre área escura salpicada de margaridas que a contorna.

Mostrar menosMais informações
  • Título: Santa Luzia e São Pedro
  • Data: 1941
  • Local de criação: Brodowski, São Paulo, Brasil
  • Dimensões físicas: 240 x 274cm sem moldura
  • Procedência: João Candido Portinari
  • Link externo: Projeto Portinari
  • Direitos: João Candido Portinari
  • Técnica: têmpera
  • Tema: Religioso:Santos:Santa Luzia, Religioso:Santos:São Pedro, Figura Humana:Homem, Figura Humana:Mulher
  • Pintor: Candido Portinari
  • Observação: Obra com forma irregular na metade superior, centro, onde há uma janela redonda, medindo 51,5 cm de diâmetro; e nas laterais, onde há duas saliências medindo à esquerda, 121,5 x 39,5 x 44 cm e à direita, 122 x 39,5 x 41 cm. O sacrário de madeira que está aposto ao retábulo mede 43 x 32 x 12 cm, e uma prateleira de concreto em balanço que serve de altar está a 121,5 cm de altura do chão e mede 46 x 95 x 6 cm.
  • Número: FCO 2757
  • Inscrição: Inscrições, no canto superior esquerdo, “INRI” e, no canto superior direito, “J C M S”; no centro da margem superior, “CHRISTO”; na metade superior à esquerda, “SALVE” e, na metade superior à direita, “+ NOS +”
  • Função: Obra executada para servir de retábulo à Capelinha da “Nonna”, Brodowski, SP. O imóvel foi desapropriado, juntamente com a obra, pelo Governo do Estado de São Paulo em julho de 1969 e transformado em Museu, em 1970. Serviram de modelo para esta obra Ida Portinari e Baptista Portinari, respectivamente irmã e pai do artista.
  • Catalogue Raisonné: CR-1341
  • Assinatura: Sem assinatura e sem data

Recomendado

Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil