Loading

"[...] autorretrato pintado em 1946, à maneira expressionista. Se o posicionamento da figura é idêntico ao retrato descrito acima [citado no texto da autora, tombo P059], nada mais sugere tratar-se do mesmo homem e do mesmo pintor. Desfeito o grupo de alunos de Guignard, longe da concisão do seu desenho, Iberê constrói a imagem com a cor, não mais com a linha. Abandona a pintura lisa e o cromatismo translúcido para trabalhar com tinta pastosa e cores intensas. Por trás da figura há um horizonte ligeiramente descendente que separa a terra nua de um céu amarelo-bilioso. A paleta de terras e ocres domina a composição, animada por passagens abruptas e toques aleatórios de preto na gola da camisa e em torno da cabeça. Seja pela inquietude do olhar, seja pela rudeza da fisionomia e, sobretudo, devido à dança das pinceladas ao redor do retratado, tudo leva a crer que ele padece de forte instabilidade emocional."
MILLIET, Maria Alice. O “outro” na pintura de Iberê Camargo. Porto Alegre: Fundação Iberê Camargo, 2012. p. 11.

"Também de 1946 é outra pintura onde o rosto parece oportunizar um exercício de estilo. À maneira do expressionismo, Iberê experimenta desatendendo a mímesis da cor local: vermelho intenso para as carnações em sombra e branco para sua luz. Toques de verde acentuam a escuridão das comissuras. O desenho é sintético, as formas estão dadas pela cor, em uma modalidade que definiu sua posterior maturidade artística."
HERRERA, María José. Iberê Camargo: um ensaio visual. Porto Alegre: Fundação Iberê Camargo, 2009. p. 16.

Details

  • Title: Self-Portrait
  • Creator: Iberê Camargo
  • Date Created: 1946
  • Physical Dimensions: 55,2 x 46,3 cm
  • Rights: © Fundação Iberê Camargo
  • Medium: Oil on canvas
  • Credit: © Fábio Del Re_VivaFoto
  • Collection: Acervo Fundação Iberê
  • Accession number: P058

Get the app

Explore museums and play with Art Transfer, Pocket Galleries, Art Selfie, and more

Recommended

Google apps