A carregar

Terrina com Bandeja e Colher

Charles Spire (Mestre em 1736)Paris, c. 1752-1753

Museu Calouste Gulbenkian

Museu Calouste Gulbenkian

  • Título: Terrina com Bandeja e Colher
  • Criador: Charles Spire (Mestre em 1736)
  • Data: Paris, c. 1752-1753
  • Localização da Criação: Paris
  • provenance: 6º Conde de Aveiras, Lisboa; Coleção Marquês da Foz (?); Coleções Imperiais Russas (Ermitage); Adquirida ao governo soviético (Antikvariat), por intermédio de Aucoc, em 1929;
  • description: O exemplar aqui apresentado, cuja tampa é rematada por uma extraordinária composição de despojos de caça representados com grande realismo, é profusamente decorado, no corpo e nas asas, por riquíssimos elementos roccaille em que se destacam concheados, volutas e motivos florais. No bojo, ao centro, estão representadas as armas da Casa de Aveiras . As mesmas armas encontram-se igualmente na bandeja circular, de orla recortada, sobre a qual a terrina assenta, bem como na grande colher que a acompanha. Esta última, rematada por concha ricamente cinzelada, constitui por si só um exemplar magnífico, com a sua comprida e elegante haste em forma de tronco ao longo do qual se desenrola, em espiral, um ramo de folhagem. A terrina redonda, mais corretamente designada por “olha”, destinava-se a conter alimentos cozinhados com grande componente líquida, nomeadamente “cozidos” e “guisados”, cuja receita, proveniente de Espanha se divulga, obtendo enorme sucesso nas mesas europeias do século XVIII. Este conjunto, de carácter essencialmente sumptuário, ilustra bem a importância dada, não só pela Casa Real, mas também por membros da alta nobreza portuguesa aos costumes da corte francesa desta época.
  • Tipo: Ourivesaria
  • Link externo: http://museu.gulbenkian.pt
  • Material: Prata

Recomendado

Página Inicial
Explorar
Próximo
Perfil