Povos Indígenas no Brasil

Instituto Socioambiental - ISA

Retrospectiva em imagens da luta dos Povos Indígenas no Brasil por seus direitos coletivos | 1980-2016

Extintos
O antropólogo Claude Lévi-Strauss registrou em seu livro "Tristes Trópicos" que, prestes a viajar ao Brasil, em 1934, para lecionar na Universidade de São Paulo, encontrou o embaixador brasileiro na França e lhe perguntou sobre os índios e como deveria proceder para visitar uma comunidade indígena. O embaixador lhe respondeu: “Índios? Infelizmente, prezado cavalheiro, lá se vão anos que eles desapareceram (...). O senhor vai descobrir no Brasil coisas apaixonantes, mas nos índios, não pense mais, não encontrará nem um único”. 
Hoje
são mais de 250 povos indígenas no Brasil: uma população 896.917 pessoas (IBGE, 2010), falantes de 154 línguas diferentes.

Os povos indígenas entraram de vez na agenda do Brasil contemporâneo há quase 30 anos, quando seus direitos foram inscritos na Constituição do Brasil. Nesta exposição, reunimos imagens de momentos marcantes dessa história e dos desafios que os índios enfrentam até hoje para terem seus direitos respeitados.

1980
Ângelo Kretã morre em acidente de carro com fortes suspeitas de emboscada. A liderança do povo Kaingang lutava contra as empresas madeireiras invasoras da Terra Indígena Mangueirinha, no Paraná. 
1987
Imagem-símbolo da campanha pelos direitos indígenas na Constituinte.
1987
Álvaro Sampaio Tukano apresenta o cartaz da campanha dos direitos indígenas na Constituinte na II Assembleia dos Povos Indígenas do Rio Negro em São Gabriel da Cachoeira (Amazonas).

1987
Ailton Krenak protesta no Plenário do Congresso Nacional contra a supressão do capítulo dos direitos indígenas na Constituinte. O gesto teve grande repercussão e comoveu a opinião pública.

1988
Indígenas de várias etnias mantêm-se em vigília no Congresso Nacional, em Brasília, para garantir seus direitos no texto final da Constituição.

1989
Fac-símile de reportagem sobre o I Encontro dos Povos Indígenas no Xingu, em Altamira (PA), que teve como mote a polêmica construção da Usina Hidrelétrica de Kararaô, hoje conhecida como Belo Monte. Na foto, Tuíra Kayapó adverte engenheiro da Eletronorte contra a obra.

1989
Krumare e outras lideranças do povo Kayapó visitam o lago da Hidrelétrica de Tucuruí (PA), a convite da Eletronorte, e observam os impactos da obra. 
1989
Milton Nascimento com Benki Ashaninka na comunidade no Rio Amônea, Alto Juruá, Acre, em viagem que resultou no CD Txai, em apoio à Aliança dos Povos da Floresta. O músico realizou concertos em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Branco e Nova York. 

1989
A Aliança dos Povos da Floresta reuniu indígenas, seringueiros e ribeirinhos para defender suas florestas, lagos, rios e mananciais fonte da riqueza e cultura destas comunidades.

1990
Piloto de helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) remove Yanomami vítima da invasão garimpeira na TI Yanomami, Roraima, da maloca do Homoxi para o posto médico de Surucucus. Estima-se que a população Yanomami no Brasil tenha sido dizimada entre 10 e 15% durante a invasão garimpeira, de 1985 a 1993.

1995
Sokrit, do povo Panará, 22 anos depois da primeira foto, de 1973. Conhecidos como Krenakarore, seu território foi cortado pela rodovia BR-163, que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA). Transferidos pela Funai para o Parque Indígena do Xingu, em 1996 os Panará retornaram a uma parte do seu território tradicional.

Duas imagens de Sokrit Panará, depoimento de Pedro Martinelli
1993
Dezesseis Yanomami foram mortos por garimpeiros ilegais no massacre de Haximu, em 1993. Na imagem, sobreviventes carregam as cinzas dos corpos cremados dos seus parentes. O massacre foi caracterizado como genocídio em 2006, em uma decisão inédita do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
2005
Pajés do povo Kamaiurá, Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso. Em pé: Pataku, Pirakumã, Kanari, Koka e Kanalawa. Sentados: Tsikamã, Takumã e Makari. Os líderes Takumã e Pirakumã morreram em 2014 e 2016, respectivamente.
2007
Paturi, cineasta do povo Panará, filma o cacique Akẽ, protagonista do vídeo “O amendoim da cutia”, na Terra Indígena Panará, Pará. 
2009
Tradicional barragem de pesca do povo Enawenê-Nawê, construída para a realização do Yãkwa, o mais extenso ciclo ritual indígena da Amazônia, patrimonializado pelo Ministério da Cultura. Nos últimos anos, por conta da construção de nove pequenas centrais hidrelétricas no Rio Juruena, Mato Grosso, o peixe desapareceu, prejudicando a realização do ritual.
2010
Presidente Lula participa das comemorações pela homologação da Terra Indígena Raposa-Serra do Sol (RR), uma luta liderada pelo Conselho Indígena de Roraima que durou 30 anos.
2013
Lideranças indígenas durante ocupação da Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF), na Mobilização Nacional Indígena. Os atos, no ano que a Constituição de 1988 completou 25 anos, ocorreram em diversas capitais brasileiras e do exterior contra a PEC 215/00 e outras propostas que ameaçam os direitos indígenas.
2013
Sônia Guajajara, coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), e Raoni Metuktire, do povo Kayapó, participam com outras lideranças indígenas de audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).
2013
Davi Kopenawa, do povo Yanomami, recebe o rei Harald V, da Noruega, na sua comunidade Watorikɨ (ou Demini), no Amazonas. A Embaixada Real da Noruega em Brasília apoia a Hutukara Associação Yanomami, presidida por Davi, desde sua fundação, em 2004.
2013
Txiparamanxa'á, acompanhado por seu filho Kiripí, caça um macaco guariba na floresta da TI Caru, noroeste do Maranhão. Os Guajá, um dos últimos povos caçadores e coletores no país, têm uma população de 420 pessoas e três grupos ainda “isolados”. Seu território, pressionado por madeireiros, fazendeiros e narcotraficantes, está entre os mais desmatados da Amazônia brasileira.
2013
Piracumã Yawalapiti pede calma aos policiais militares, nas proximidades do Congresso Nacional, em Brasília, após ter sido agredido com spray de pimenta e golpes de cacetete, durante a Mobilização Nacional Indígena.
2015
Lideranças indígenas protestam na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF), contra decisões da Justiça que ferem os direitos territoriais garantidos pela Constituição.
2016
Tuíra Kayapó pinta rosto de Sônia Guajajara durante o #OcupaFunai, em Brasília. Indígenas ocuparam as sedes da Funai em várias cidades do país contra o desmonte das políticas indigenistas

Essa história não termina aqui. As ameaças aos direitos indígenas persistem, mas a luta dos povos para defendê-los é incansável. Confira na nova edição do Povos Indígenas no Brasil os capítulos mais recentes dessa luta.

Créditos: história

Esta é uma versão digital e atualizada da exposição Povos Indígenas no Brasil 1980/2013 – Retrospectiva em Imagens da Luta dos Povos Indígenas no Brasil por seus Direitos Coletivos, organizada pelo ISA e pelo Programa para Povos Indígenas da Embaixada da Noruega. A mostra itinerou entre 2013 e 2015, passando por São Paulo (SP), Brasília (DF), Manaus (AM) e Belém (PA).

Curadoria da versão digital: Beto Ricardo/ISA

Coordenação pelo Programa para Povos Indígenas da Embaixada da Noruega: Kristian Bengtson

Pesquisa de imagem e produção: Claudio Tavares, Gabriella Contoli e Tatiane Klein

Textos: Beto Ricardo, Tatiane Klein e Gabriella Contoli

Traduções: David Rodgers e Gabriella Contoli

Tratamento de imagem: Ricardo Tilkian/Pontoemeio

Agradecimentos: • André D’Elia • Beto Ricardo/ISA • Carlo Zacquini • Charles Vincent / ISA • Claudia Andujar • Fábio Rodrigues Pozzebom/ Abr • Isaac Amorim/ Agência MJ • JBatista/ Agência Câmara • Marcos Wesley/ ISA • Maria Inês Zanchetta/ ISA • Mário Vilela/ FUNAI • Mídia Ninja • Sebastião Salgado/ Amazonas images • Vincent Carelli/ Vídeo nas Aldeias

Saiba mais sobre os Povos Indígenas no Brasil em nossos sites
www.socioambiental.org
pib.socioambiental.org

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil