2016

Espaço Olavo Setubal

Itaú Cultural

Ocupando dois andares do Itaú Cultural, em São Paulo, SP, em um total de 514 metros quadrados, o Espaço Olavo Setubal foi inaugurado em dezembro de 2014. A exposição permanente reúne obras de duas coleções específicas do maior acervo de arte de uma companhia privada da América Latina: 'Brasiliana Itaú' e 'Itaú Numismática'.

Organizado pela equipe do Itaú Cultural, em uma longa pesquisa que começou em 2009, o percurso revela cinco séculos da história do Brasil, com o objetivo de dividir com o maior número de pessoas esse importante acervo.

O Brasil Desconhecido
Foi pelo litoral que o atual território brasileiro começou a ser descoberto por navegadores europeus. Durante o primeiro século, pouco se explorou o interior. Mapas delineavam apenas parte da costa e chamavam o país de Terra Nova ou Terra dos Papagaios.

Nenhum artista visitou o Brasil nesse período. As imagens existentes foram criadas na Europa a partir de relatos e descrições escritas. O tema dominante era o canibalismo, protagonista de grande parte das gravuras que descrevem o país.

Os oito anos passados por Maurício de Nassau no Nordeste valeram ao Brasil o precioso legado dos jovens cientistas e artistas da comitiva holandesa, que publicaram em grandes livros ilustrados todas as imagens e informações colhidas no país.

Faça um passeio virtual pelo Palácio de Friburgo, construído como residência para Maurício de Nassau, em 1642, no Recife, PE. O projeto foi desenvolvido ao longo de dois anos, por meio de estudos de pinturas, gravuras e documentos do período.

A preocupação em manter o Brasil secreto aumentou após a descoberta de enormes jazidas de ouro e diamantes, por volta de 1700, em Minas Gerais.

Nessa mesma época, surgiu um mito da arte nacional, Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. É dele a imagem de cedro policromado Nossa Senhora das Dores.

O Brasil dos Naturalistas
Com a chegada da família real e a abertura dos portos, em 1808, o país foi finalmente revelado ao mundo e, nas décadas seguintes, recebeu centenas de artistas e cientistas determinados em registrar o território, seus costumes, sua flora e sua fauna, movidos pela enorme curiosidade represada nos 150 anos em que o país ficou fechado.

Desse período, destaca-se o álbum Viagens ao Brasil, publicado em Munique, em 1823, por J. B. von Spix e C. F. P. von Martius, com as mais belas gravuras de índios do período, entre as quais os retratos de Iuri, Miranha e Muxuruna.

O Brasil da Escravidão
Capítulo tenebroso e determinante da história brasileira, a escravidão foi retratada por uma série de artistas viajantes. O inglês Henry Chamberlain visitou o Rio de Janeiro em 1817 e, cinco anos depois, lançou em Londres a primeira coleção de gravuras focada na mão de obra escrava.

Também presentes no acervo, trabalhos de Rugendas e de Debret mostram cenas da escravidão em contextos diferentes – o rural e o urbano, o cotidiano de trabalhos forçados e os raros momentos festivos.

Itaú Cultural
Créditos: história

ESPAÇO OLAVO SETUBAL
Avenida Paulista, 149 (pisos 4 e 5)
São Paulo - SP
terça a sexta 9h às 20h
sábado, domingo e feriado 11h às 20h
fone (11) 2168-1777
atendimento@itaucultural.org.br


COORDENAÇÃO GERAL
Eduardo Saron
Henrique Idoeta Soares
Sofia Fan


CURADORIA
Pedro Corrêa do Lago
Vagner Porto (numismática)


PRODUÇÃO E DOCUMENTAÇÃO
Angélica Pompilio de Oliveira
Edson Martins da Cruz


PROJETO EXPOGRÁFICO
T+T Projetos
Daniela Thomas
Felipe Tassara
Tania Menecucci


ARQUITETURA
B7 Arquitetura e Design
Vlamir Saturni


PRODUÇÃO GERAL
Ana Francisca Sales
Edvaldo Silva
Juliana Monteiro dos Santos


PRODUÇÃO DE ARQUITETURA
Aline Arroyo Oliveira
Érica Pedrosa


PRODUÇÃO TÉCNICA
Vinicius Ramos
Wanderley Bispo


APOIO DE PRODUÇÃO E MONTAGEM
Manuseio Montagem e Produção Cultural
Claudia Silva

PROJETO DE ILUMINAÇÃO
Design da Luz Estudio
Fernanda Carvalho


COORDENAÇÃO DE TEXTO
Carlos Costa


PRODUÇÃO EDITORIAL
Lívia Gomes Harazabedian


TRADUÇÃO
John Norman


REVISÃO DE TEXTO
Ciça Corrêa
Polyana Lima
Tatiana Diniz


PRODUÇÃO MULTIMÍDIA
Ricardo Tayra


VÍDEOS E ANIMAÇÕES
Birdo Studio


AMBIENTE VIRTUAL 3D
Jonathan Medina
Marcos Cuzziol


PESQUISA MÓDULO BRASIL DA CAPITAL (DIAGRAMA)
Cau Barata


CONSULTORIA DE CONSERVAÇÃO
Library Services Conservação de Acervos de Biblioteca


AGRADECIMENTOS
Zeca Rudge, Ruy Souza e Silva, Alfredo Gallas, Eduardo Giannetti e equipe do Itaú Cultural


HOMENAGEM AO NUMISMATA
Herculano Pires (in memoriam)

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil