The Miranda Look: Turbantes

Museu Carmen Miranda

Com todos os tipos de frutas penduradas no topo de sua cabeça - incluindo bananas - Carmen deixou uma forte imagem em seus fãs graças à variedade de cores e objetos em seus turbantes.

O estilo Carmen Miranda
Carmen Miranda era tão especial que criou uma estilização colorida, mas incrivelmente elegante da roupa característica da baiana. Era uma mulher pequena, esfuziante, de grandes olhos verdes e uma boca que sempre ostentava um sorriso enorme, uma mulher que criou um célebre look cinematográfico, que se pode comparar apenas aos figurinos de Marlene Dietrich ou Marilyn Monroe.

“I have never followed what people say it is 'fashionable'. I think that a woman must wear what fits her. That is why I created a style appropriated to my type and my artistical genre.”
Carmen Miranda

Os Turbantes
Os turbantes de Carmen Miranda foram inspirados na indumentária usada pelas baianas quituteiras que frequentavam a Praça Onze na Cidade do Rio de Janeiro desde início do século XX. Como Carmen havia trabalhado como chapeleira na adolescência criou o primeiro turbante para o filme “Banana da Terra” (Sonofilmes, 1938), no qual interpreta a canção “O que é que a baiana tem?” de Dorival Caymmi.

Turbante de baiana do filme Copacabana (1946)

Turbante bordado com lantejoulas nacaradas. Encimado por cesta de frutas bordadas com lantejoulas e canutilhos. Entre as frutas: abacaxi, bananas, uvas e morangos. Ao redor da cesta, frutos vermelhos de plásticos e folhas verdes bordadas com lantejoulas. Do lado direito pende um cacho de uvas bordado com lantejoulas.

Turbante de penas e frutas

Turbante em renda branca, bordada com pequenas lantejoulas prateadas. Encimada por dois pequenos cestos com arranjo de frutas coloridas de massa e penas de galo na cor verde. Folhas verdes em tecido fino e amarelas em feltro. Na parte superior, hastes de arame com pedras espelhadas e lantejoulas em formato de estrelas.

A partir do sucesso de "O que a baiana tem?" passou a usar o figurino de baiana estilizada em suas apresentações e o turbante passou a ser sua marca registrada como artista. No ano de 1939, viajou para os Estados Unidos e passou a usar essa indumentária na Broadway e em filmes, tornando-se conhecida internacionalmente por seus trajes de baiana estilizada.

Turbante com cesta de flores

Turbante bordado com canutilhos prateados. Encimado por cesta bordada em canutilhos, miçangas, strass e lantejoulas, nas cores prata, vermelho e azul. Da cesta saem flores estilizadas de náilon bege bordado com lantejoulas douradas. Da lateral esquerda pendem fileiras de canutilhos nas cores prata, vermelho e azul.

Turbante de baiana

Turbante em lamê dourado bordado com lantejoulas douradas. Encimado por cesta de náilon, fios metálicos e lantejoulas douradas. Na cesta, folhas verdes com lantejoulas da mesma cor, bananas bordadas e com aplicações de lantejoulas douradas, verdes, vermelhas e azuis e fios metálicos dourados. Bananas de plástico pintado de amarelo. O arranjo de bananas pende sobre o lado direito.

Turbante preto

Turbante de tule preto bordado com lantejoulas da mesma cor. Encimado por arranjo de flores bordadas com lantejoulas pretas, rede de canutilhos e miçangas grandes prateadas. No suporte do arranjo, cetim preto. Da lateral direita, pende parte do arranjo.

Com esse visual exótico, Carmen passou a usar várias temáticas e materiais na confecção de todos os turbantes.

Turbante de acrílico

Turbante em lamê prateado, coberto por quatro camadas de franjas de canutilhos incolores espelhados. Encimado por arranjo de volutas em acrílico incolor, com aplicação de pedras incolores e espelhadas. Sobre a base circular das volutas, aplicação de coque de fios de cabelo castanho.

Turbante

Turbante com aplicação de lantejoulas verdes. Encimado por arranjo de flores, folhas e botões com aplicação de lantejoulas nas cores verde, azul, vermelho, dourado, rosa e strass. Na parte superior da touca, círculo vazado. Forro de algodão.

Turbante de baiana

Turbante bordado com lantejoulas prateadas. Encimado com arranjo de cesta de náilon e lantejoulas prateadas com folhas e frutas com bordado e aplicação de lantejoulas: laranjas, maçãs, bananas, pêras, morangos, uvas, abacaxi e outras. Um cacho de uva pende na lateral direita.

Turbante trançado

Turbante de algodão. Tecido com motivos geométricos: listras e desenhos em V nas cores vermelhas, marrom, dourado e bege. Na parte superior, trança formada por rolotês do mesmo tecido envolvendo a circunferência. Abertura circular superior. Forro de algodão escuro.

O turbante era tão forte em sua vida, que também passou a utilizá-lo em ocasiões sociais.

Um fato interessante é que, residindo nos Estados Unidos, os seus turbantes passaram a ser copiados e usados por várias mulheres, incluindo algumas atrizes, principalmente no período em que os Estados Unidos participaram da II Guerra Mundial (1941 a 1945), quando houve escassez de shampoos e produtos de cabeleireiro. Os turbantes de Carmen foram uma solução elegante e funcional.

Turbante social em formato similar ao utilizado por Carmen ao se encontrar com a cantora francesa Edith Piaf.

Turbante social para bailes de gala

Turbante em lamê prateado bordado com pérolas, pedras incolores, strass azuis e canutilhos prateados. Bordado em motivos decorativos florais. Na parte de trás, três camadas de tule roxo franzido, com aplicações de lantejoulas prateadas, strass azuis e incolores. Duas tiras de lamê para amarração. Forro em algodão. No forro, etiqueta com a inscrição Baldwin, em letra cursiva, azul.

Arco adasmascado

Arco em tecido adamascado preto, dourado, azul e verde. Duas volutas nas laterais, bordado de lantejoulas douradas, verdes, roxas e rosas. Acabamento em renda metálica dourada. Laço em veludo marrom.

Em sua maioria, eram criados por ela e tinham sempre um toque pessoal, mesmo quando encomendado a algum estilista.

Turbante trançado

Turbante em tecido bege e fios metálicos dourados formando listras. Na parte superior, trança formada por rolotês do mesmo tecido envolvendo a circunferência. Forro de algodão.

Turbante da Calçada da Fama

Turbante em tecido bege com listras de fios metálicos dourados usado por Carmen Miranda. Na parte superior, o tecido forma uma espécie de pano torcido em formato de coque forrando um pedaço de manta acrílica. Forro de trama de palha.

Arco

Arco em tecido adamascado amarelo, dourado e preto. Nas duas laterais, volutas. Bordado por lantejoulas pretas, rosas, roxas, amarelas e azuis. As lantejoulas pretas formam desenho de escamas. Acabamento em renda metálica dourada.

Turbante brocado com pedraria vermelha

Turbante em brocado branco e prateado, drapeado. Na parte superior, suporte em formato cilíndrico, no mesmo tecido, com rede de miçangas incolores, pedras vermelhas de tamanhos e formas diversas e strass, formando rosáceas. Sobre a testa, guirlanda de pérolas com pendentes em pedras vermelhas e strass. No forro, etiqueta com a inscrição Baldwin, em letra cursiva, azul.

Eram inspirados nos torços usados pelas baianas e poderiam ser confeccionados em lamê, algodão, seda, musselina, brocado ou veludo. Alguns eram adornados com pedrarias, lantejoulas, canutilhos e miçangas.

Look at me and tell me if I don't have Brazil in every curve of my body.

CARMEN MIRANDA

Créditos: história

Museu Carmen Miranda
César Balbi

Fundação Anita Mantuano de Artes do Rio Janeiro/
Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro André Lazaroni

Superintendência de Museus
Raphael Hallack Fabrino

Curadoria
César Balbi
Vivian Fava
Laura Ghelman
Clara Paulino

Montagem
Laura Ghelman

Fotografia
Cerne Sistemas

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil