Espírito da África      

Museu Afro Brasil

Fotografias de Alfred Weidinger

Alfred Weidinger
A exposição "Espírito da África - os Reis Africanos", do fotógrafo austríaco Alfred Weidinger, traz retratos de reis e chefes contemporâneos de diversas partes do continente africano e oferece um diálogo com obras do acervo do Museu Afro Brasil. As fotografias foram capturadas nos anos de 2012 e 2013.

São muito os reinos descobertos nesta expansão dos portugueses pelas ilhas atlânticas e do Continente Africano. Com uma organização política, social e religiosa, esses soberanos negociaram e trocaram correspondências com os reis portugueses e até se batizaram para receber, não só a benção cristã, mas a proteção de suas majestades.

O tráfico negreiro foi um profundo golpe às muitas e muitas etnias, um grande negócio para os reis e, desse ponto de vista, eram profundas as ligações das grandes famílias aliadas com o soberano reinante.

Os Reis, ostentavam seus recades, suas jóias, seus adornos e seus tapetes.

A Nobreza Africana difere em sua essência da Ocidental, com os aparatos de cadeias sucessórias e os diferentes títulos nobiliários da corte e seus mexericos. Na África, contudo, não deixa de haver os princípios da obediência, de temor e de servir ao rei - e até morrer com ele.

O rei pairava sobre seus súditos, com poder social e político sobre a vida e a morte; muitos eram enterrados vivos.

Monarcas sobrevivem sem o poder político, mas com a força da tradição.

Tinham o poder e confiavam na fidelidade do seu exército, frequentemente formado por mulheres guerreiras chamadas de Amazonas.

Eles andavam sempre protegidos da luz solar, pelos enormes guarda-sóis com as insígnias do Rei.

Créditos: história

Espírito da África – os Reis Africanos fotografias de Alfred Weidinger

Exposição Museu Afro Brasil

Curadoria: Emanoel Araujo
Texto: Emanoel Araujo
Fotografias: Alfred Weidinger
Exposição Google Cultural Institute: Salvador Corrêa Carriel
Tradução: Rita Boccardo

MUSEU AFRO BRASIL
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
GERALDO ALCKMIN
Governador do Estado de São Paulo

MARCELO MATTOS ARAÚJO
Secretário da Cultura

RENATA VIEIRA DA MOTTA
Coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico
ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL
MUSEU AFRO BRASIL
EMANOEL ARAUJO
Diretor Curatorial e Executivo

FERNANDO ANTONIO FRANCO MONTORO
Diretor Administrativo-Financeiro

ANA LUCIA LOPES
Coordenadora de Planejamento Curatorial

MARIA DE FÁTIMA PADUA DA CRUZ
Secretária da Diretoria Curatorial

ESTELA MARIA OLIMPIO
Secretária das Diretorias Executiva e Administrativo-Financeira

ROSELI BATISTA LEAL
Tecnica de Produção de Eventos

SANDRA MARA SALLES
Coordenadora de Difusão

NATALIA TERUMI MORIYAMA
Coordenadora de Desenvolvimento Institucional
GABRIEL JONATHAN DE SOUZA CRUZ
SALVADOR CORREA CARRIEL
Assistentes de Comunicação

ROBERTO KUNIHIKO OKINAKA
Museógrafo
RENATO ARAUJO DA SILVA
TIAGO GUALBERTO MORAIS
Pesquisadores

FÁTIMA FARIA GOMES
Coordenadora de Salvaguarda

BEATRIZ YOSHITO
Assistente de Coordenação

RENATO FELIX PEREIRA
Conservador Sênior

ANDREA ANDIRA LEITE
Documentalista

GUILHERME LOPES VIEIRA
Técnico em Documentação Museológica

JULIA FRANCO VICENTE
SAMUEL BALSALOBRE ATHIAS
Técnicos de Conservação

CLÁUDIO ROBERTO NAKAI
Coordenador Editorial

MAKAYA MAYUMA BEDEL
Assistente Editorial

NEIDE APARECIDA DE ALMEIDA
Coordenadora de Educação

DALTON DELFINI MAZIERO
Técnico em Documentação

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil