50 anos de carreira

Instituto Elifas Andreato

Música

Quando a música chamou, emprestou seus traços para
embalar obras que sempre considerou maiores que as suas. Abriu fronteiras inexploradas, a tal ponto de imprimir seu nome nas capas – e, por vezes, até invadir com as próprias mãos os discos, como em Martinho da Vida, de Martinho da Vila.

"O espaço generoso dos LPs e o conhecimento dos segredos das artes gráficas foram fundamentais para meu sucesso. Com apenas um deles eu não teria o êxito que tenho".

Créditos: história

Instituto Elifas Andreato, 2016.

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil