"O Lago dos Cisnes" no Theatro Municipal

Theatro Municipal do Rio de Janeiro

O Lago dos Cisnes é uma das mais importantes obras do repertório do Ballet clássico mundial, que surpreende pela beleza, dramaticidade e lirismo.
Sua história se inicia em 1875, quando o diretor do Teatro Bolshoi de Moscou, Vladimir Begitchev, encomendou ao compositor Tchaikovsky uma música para um ballet inspirado em lendas de mulheres-cisnes. Dois anos depois, o espetáculo estreou na Rússia, mas sem o sucesso esperado.

Em 1894, o então diretor do Teatro Mariinsky de São Petersburgo, o Príncipe Ivan Alexandrovich, decidiu homenagear o compositor, falecido no ano anterior, com uma nova versão de O Lago dos Cisnes. Confiou então a Marius Petipa e a Lev Ivanov uma nova coreografia, apresentada em janeiro de 1895. O Ballet, em 4 atos, foi um sucesso absoluto, consagrando-se como o mais popular dos balés clássicos.

No Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Lago dos Cisnes foi apresentado em diferentes versões, mas só a partir de novembro de 1959, durante as comemorações do cinquentenário do Theatro, foi mostrada a versão completa em 4 atos, inédita na América Latina.

A apresentação de 1959 foi montada pela bailarina e coreógrafa russa Eugenia Feodorova.

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro realizou nove montagens completas de O Lago dos Cisnes: 1959, 1978, 1988, 1997, 2001, 2003, 2006, 2013 e 2016. Todas as versões foram baseadas na coreografia de Petipa e Ivanov, de 1895.

Na temporada de 1959, a bailarina Bertha Rosanova interpretou os papeis de Odette – o Cisne Branco - e de Odille – o Cisne Negro. O Príncipe Siegfried foi magistralmente vivido por Aldo Lotufo.

A regência do espetáculo foi de Nino Stinco.

Em 1978, dezenove anos depois da primeira montagem completa, O Lago dos Cisnes foi reapresentado ao público pelo Ballet do Theatro Municipal, dessa vez com versão de Jorge Garcia, diretor do Corpo de Baile.

No elenco, Ghislaine Thesmar, Michael Denard, Gustavo Mallajoli e Cristina Martinelli.

A regência foi do Maestro Henrique Morelenbaum.

O Lago dos Cisnes voltou ao palco do Theatro Municipal em 1988, mais uma vez com versão de Eugenia Feodorova.
O espetáculo contou com as participações dos bailarinos Ana Botafogo, Cecília Kerche, Jorge Esquivel, Jean-Yves Lormeau e Elisabeth Platel.

O Maestro Mário Tavares foi o regente do espetáculo durante a Temporada.

Cenários, figurinos e iluminação foram criados por Hugo de Ana.

A quarta montagem, em 1997, contou com a bailarina Bertha Rosanova - estrela na temporada de O Lago dos Cisnes de 1959 - como uma das ensaiadoras do elenco.
Participaram das apresentações os bailarinos Ana Botafogo, Fernanda Diniz, Nora Esteves, Renata Versiani, Teresa Augusta, Paulo Rodrigues, Francisco Timbó, Hélio Bejani, Allan Falieri, Renato Cabral, Bruno Cezário e Roberto Lima.

A versão da coreografia foi de Jean-Yves Lormeau, então coordenador artístico do Ballet do Theatro Municipal.

Com coreografia de Natalia Makarova, a temporada de O Lago dos Cisnes de 2001 contou com cenários e figurinos de Peter Farmer e regência de Gustavo Plis-Sterenberg.

Participaram da Temporada os bailarinos Ana Botafogo, Cecília Kerche, Roberta Marquez, Norma Pinna, Svetlana Zakharova – solista do Teatro Mariinsky, Iñaki Urlezaga – 1º bailarino do Royal Ballet, Thiago Soares, Marcelo Misailidis, André Valadão, Renato Cabral, Ivan Franco e Vitor Luiz.

Em 2003, o Theatro Municipal apresentou, pela terceira vez, a versão de Eugenia Feodorova, com direção artística de Richard Cragun e regência de Javier Logioia Orbe. O elenco teve como protagonistas Claudia Mota, Roberta Marquez, André Valadão, Francisco Timbó, Vitor Luiz e Marcelo Misailidis.

As três últimas temporadas de O Lago dos Cisnes – 2006, 2013 e 2016 – tiveram a versão da coreógrafa russa Yelena Pankova.

A apresentação de 2006 teve como protagonistas os bailarinos Cecília Kerche, Claudia Mota, Marcia Jaqueline, Francisco Timbó, Vitor Luiz, Anderson Dionísio, Carlos Cabral, Joseny Coutinho e Marcelo Misailidis.

A Temporada foi regida pelo Maestro André Cardoso, atual Diretor Artístico da FTM/RJ.

As apresentações de O Lago dos Cisnes de 2013 foram resultado da remontagem de Eric Frederic e Celeste Lima.
A regência foi do maestro Silvio Viegas.

Claudia Mota, Marcia Jaqueline e a bailarina cubana Lorena Feijoo se revezaram nos papeis Odette-Odile. Denis Vieira, Vitor Luiz e Filipe Moreira interpretaram o Príncipe Siegfried.

Edifranc Alves, Joseny Coutinho, Anderson Dionísio e Carlos Cabral representaram o personagem Von Rothbart.

Em 2016, com remontagem coordenada por Cecília Kerche, Celeste Lima, César Lima, Márcia Faggioni, Norma Pinna e Teresa Augusta e regência de Javier Logioia Orbe, O Lago dos Cisnes novamente encantou o público do Theatro Municipal.

As bailarinas Claudia Mota, Márcia Jacqueline, Karen Mesquita e Mel Oliveira interpretaram as personagens Odette-Odile.

Filipe Moreira, Moacir Emanoel, Diego Lima, Murilo Gabriel, Cícero Gomes, Rodrigo Neri, Wellington Gomes, Anderson Dionísio, Carlos Cabral, Edifranc Aves e Joseny Coutinho garantiram o sucesso da Temporada.

Créditos: história

Fontes Documentais
Acervo do Centro de Documentação da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro - CEDOC/FTMRJ

Curadoria e Texto
Fátima Cristina Gonçalves

Fotografia
Bel Pedrosa
Júlia Rónai
Sheila Guimarães

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil