2016

Projeto TAMAR

Projeto TAMAR

Desde 1980

Projeto TAMAR
Pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção, é a principal missão do Tamar.

O Tamar nasceu nos últimos anos da década de 70. Neste período não havia registros de qualquer trabalho de conservação marinha no Brasil, mas as tartarugas já integravam a lista das espécies ameaçadas de extinção.

As cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil estão ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea).

O TAMAR protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

O período de desova das tartarugas marinhas ocorre de setembro a março, no continente, e de dezembro a julho, nas ilhas oceânicas. Os pesquisadores monitoram os ninhos nos próprios locais de postura, ou transferem alguns, encontrados em áreas de risco, para locais mais seguros na mesma praia ou para cercados de incubação, expostos a sol e chuva plenos, em praias próximas às bases de pesquisa e conservação.

Os primeiros parceiros do Tamar foram os pescadores, suas famílias e as comunidades litorâneas. Logo no começo, ainda na época do levantamento de áreas de desova visando a implantação do Projeto, eles tiveram papel fundamental na definição das praias prioritárias. Baseados no conhecimento acumulado pela própria vivência, orientavam o trabalho com informações preciosas sobre a ocorrência e o comportamento das tartarugas marinhas durante o período de desova.

As populações locais são essenciais para a conservação das tartarugas marinhas, pois podem influir diretamente nas condições do habitat desses animais, reduzindo a pressão sobre os ecossistemas e as espécies.

Os Centros de Visitantes do TAMAR são "vitrines" do trabalho de proteção e pesquisa que ocorre nas praias. São locais onde ocorrem atividades de sensibilização e educação ambiental de visitantes, comunidades e pescadores.

Tamar
Créditos: história

Visite http://www.tamar.org.br

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil