Monet: O Museu em Le Havre

Google Arts & Culture

Um tour pelo quadro do National Gallery, Londres

Touch & Hold

Monet cresceu na cidade de Le Havre, na costa da Normandia. Embora ele morasse no subúrbio parisiense de Argenteuil na época dessa pintura, muitas vezes retornava à sua cidade natal para pintar cenas como esse porto movimentado.

Foi nesse porto que ele pintou sua famosa "Impressão, Nascer do Sol" (agora no Musée Marmottan, Paris), de onde vem o termo "impressionismo".

Essa vista interna do porto retrata a água até o Museu de Belas Artes. Esse prédio clássico foi destruído durante a Segunda Guerra Mundial.

Os impressionistas costumavam testar cores complementares (matizes opostas na roda das cores). Aqui, Monet contrasta as cores complementares dos barcos vermelhos e verdes.

Veja também as cores complementares laranja e azul no reflexo dos barcos no mar.

Monet usa pinceladas horizontais curtas para dar a impressão do movimento da água.

Monet era fascinado pela atmosfera. Aqui, ele usa a técnica da pintura em camadas (cores translúcidas sobre tinta seca), também conhecida como "scumbling", para representar o céu inconstante e nublado da Normandia.

The Museum at Le Havre by Claude MonetThe National Gallery, London

Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Compartilhar esta história com um amigo
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil