Arte como Imitação

Esta obra de arte, enquadra-se na arte como imitação, porque retrata uma realidade da sociedade do século XIX, onde podemos observar o interior de uma casa luxuosa,. Representa possivelmente os membros na nobreza, onde duas crianças estarão entretidas com os seus afazeres: uma lê um livro e a outra brinca com uma boneca. Ambas vigiadas por uma adulta.
Este quadro enquadra-se na nossa teoria, na medida em que retrata uma jovem mulher com uma paisagem que combina perfeitamente com ela: com o seu cabelo (castanho, uma cor tão comum, apanhado a trás, num penteado onde não há um fio de cabelo solto), com o seu vestido (castanho, uma cor conservadora...) e com os seus olhos. Nesta obra está também presente um lago que, reflete as árvores à sua volta, a vegetação rasteira e o céu (pintado de azul claro, cor serena que nos mostra a existência de um dia agradável) que, como os olhos da senhora (serenos e frios), refletem a realidade.
Escolhemos este quadro para a teoria da arte como imitação porque retrata o quotidiano do povo do século XVI. Mais especificamente, porque esta obra está a "imitar" a colheita anual, onde alguns trabalhadores, num dia de Verão, fazem uma pausa para a refeição, à sombra refrescante de uma árvore, enquanto outros ainda continuam o seu trabalho.
Fizemos a escolha desta obra de arte, para o nosso tema, porque este quadro retrata uma paisagem real. Neste quadro está representado uma costa marítima, com algumas casas e com cadeias montanhosas. No mar estão alguns barcos à vela muito aglomerados com a vela recolhida. Existe também alguma vegetação e o céu está limpo, podendo-se dizer que é Verão .
Desta obra de arte pode-se dizer que é uma boa representação para a arte como imitação, pois representa um homem, e a sua fisionomia retratando-a . Em conjunto com as imagens estão os respetivos apontamentos em relação a elas.
Procedeu-se à escolha deste quadro porque demonstra uma paisagem Veneziana, onde as pessoas se deslocam pela cidade através de barcos cheios de gente, umas delas apressadas para irem realizarem os seus afazeres, como irem para os seus postos de trabalho. Podemos supor também que alguns estarão a realizar um agradável passeio por ela belíssima cidade que é Veneza, apreciando a vista para estes espantosos monumentos, para esta prospera cidade, onde pela estrutura dos edifícios, pela aparência dos barcos e das pessoas, e até mesmo pela data da obra, podemos afirmar que esta pintura retrata a sociedade veneziana do século XVIII.
Credits: All media
This user gallery has been created by an independent third party and may not always represent the views of the institutions, listed below, who have supplied the content.
Translate with Google
Home
Explore
Nearby
Profile