A reinvenção da função social dos artistas

A câmera os substituiu no cumprimento de uma função social, a de registro da realidade, obrigando-os em certo sentido a se reinventar. Se naquele momento a fotografia cuidava de eternizar os acontecimentos dignos de memória, os artistas ficaram livres para alimentar o que acabou virando de fato uma obsessão: retratar as variações da luz nas diferentes horas do dia em uma mesma paisagem.

Vicent van Gogh, utilizou a instabilidade da natureza, para realizar suas obras. Nesta obra, percebemos ao ampliarmos a imagem retículas de cores diferentes formando uma só cor ao longe.
Paul Gauguin representou a instabilidade da natureza, porém com cores que não são da realidade.
Claude Monet, representou uma cena cotidiana, mas podemos perceber que, ao ampliarmos a imagem, tons de roxo foram pincelados dando a impressão de algo, ao longe, preto.
Paul Gauguin representou um ser humano, onde as cores no corpo são mais claras que as do rosto. A representou com cores que não são da realidade, tanto o fundo quanto o ser humano.
Vicent Van Gogh representou efêmeros da natureza, com pinceladas aparentes, como riscos. As cores utilizadas também são fora da realidade.
Credits: All media
This user gallery has been created by an independent third party and may not always represent the views of the institutions, listed below, who have supplied the content.
Translate with Google
Home
Explore
Nearby
Profile