A carregar

Assinado por Bosch, este tríptico integra os quatro elementos do Universo (céu, terra, água e fogo) tornando-os cenário de personagens horrendas.
Neste tríptico encontra-se a mais recorrente e central temática de Bosch: a tentação e a solidão do homem justo perante o mal e o diabólico que, de forma expressa no monstruoso e no híbrido ou sob uma falsa e provocadora beleza, domina o mundo terreno.

Nas faces internas, o tríptico mostra três passos da hagiografia de Santo Antão, tentado e seduzido pelos demónios até encontrar o caminho para a salvação através da experiência eremítica. Nas faces externas, visíveis com o tríptico fechado, situação em que normalmente se encontrava, são figuras populares e não demoníacas que acicatam e perturbam o caminho de Cristo da Prisão até ao Calvário; a sua monocromia ajuda a criar uma atmosfera estranha e luarenta, que sublinha a desolação da paisagem e acentua a inquietante certeza de um domínio generalizado do mal.

Detalhes

  • Título: Tentações de Santo Antão
  • Criador: Jheronymus Bosch
  • Data de Criação: Século XV
  • Localização da Criação: Hertogenbosch
  • Dimensões físicas: 131.5 cm x 53 cm
  • Tipo: Pintura
  • Direitos: MNAA Museu Nacional de Arte Antiga, inv. 1498 Pint
  • Material: Óleo sobre madeira de carvalho

Obter a aplicação

Explorar museus e desfrutar de funcionalidades como o Art Transfer, o Pocket Galleries e o Art Selfie, entre outras

Recomendado

Google Apps