Loading

A pintura e a escultura se integram, de forma criativa, na obra “Dos Pesos” (Dois Pesos). É um autorretrato dos artistas em pleno processo de manipulação da madeira, matéria prima utilizada nas obras iniciais do coletivo artístico e a causa pela qual foram batizados como Los Carpinteros. Cada nota do peso cubano apresenta um ícone patriótico. Assim, a nota de 1 peso tem o rosto de José Martí, herói nacional, e, a de 3 pesos,o rosto de Che Guevara. Não existe nota de 2 pesos em Cuba. Ao se colocar como protagonistas nesta nota fictícia, os artistas assumem o espaço reservado aos heróis da História, e o fazem desde a posição de trabalhadores manuais, representando o esforço do trabalho. Uma das leituras a esta obra pode ser a reflexão sobre a remuneração como critério de valor do trabalho, no momento em que a crise econômica decorrente da queda do socialismo na Europa do Leste, levou à maior desvalorização da moeda na historia de Cuba: nos anos 90, 1 dólar chegou a ser equivalente a 100 pesos cubanos, e o salário médio de um trabalhador não ultrapassava os 300 pesos. “Dois Pesos” é a sequencia de uma obra anterior feita em madeira por Alexandre Arrechea e Dagoberto Rodríguez, intitulada “Un Peso”.

Show lessRead more

Recommended

Home
Explore
Nearby
Profile