Amaro do Vale

Died 1619

Amaro do Vale foi um pintor maneirista português. Apesar de sua obra ter sido muito elogiada por cronistas do seu tempo, pouco do seu trabalho sobreviveu aos nossos dias.
Por volta de 1590, Amaro do Vale trabalhou no Escorial junto a pintores romanos que muito o influenciaram, mas sua atuação naquele monumento não está caracterizada. Em 1584 realizou um retábulo para a igreja do Mosteiro de Santa Marta de Lisboa, já desaparecido mas do qual subsiste um desenho preparatório. Para a Sé de Lisboa realizou o retábulo da capela-mor com o tema Assunção da Virgem, além de outros painéis para várias igrejas lisboetas, mas todas essas obras desapareceram com o passo dos séculos. Para a Sé de Leiria também pintou um retábulo entre 1605 e 1606, igualmente perdido.
Sua mais famosa pintura, hoje extraviada, foi um retábulo para a Capela da Irmandade de S. Lucas, no Mosteiro da Anunciada de Lisboa. Esta pintura, que descrevia São Lucas retratando a Virgem, fora encomendada pela irmandade dos pintores da cidade em c. 1610. A obra, muito elogiada por Cirilo Volkmar Machado, perdeu-se após as invasões napoleónicas.
Show lessRead more
Wikipedia

Discover this artist

6 items

Related works from the web

Artworks not sourced from our partners' collections

A Adoração da Corte Celestial (1619)

www.wikidata.org
Q48866818 - Wikidata

More art movements

Google apps