Autorretrato dedicado a Leon Trotsky, 1937

A pintora mexicana Frida Kahlo é conhecida por ter criado autorretratos impressionantes, às vezes chocantes, que refletiam sua ideologia política e a identidade cultural, além de uma vida pessoal turbulenta.

Touch & Hold

Embora seja considerada surrealista, Kahlo declarou: “Nunca pintei sonhos. Eu pintei minha própria realidade.”

Ela retrata a si mesma elegantemente vestida com uma longa saia bordada, um xale de franjas e uma delicada joia em ouro.

Ela é a figura principal e encara o espectador com confiança.

Flores e fitas vermelhas enfeitam o cabelo e a maquiagem habilmente aplicada destaca os traços da artista.

Kahlo segura um buquê de flores e uma carta com uma dedicatória para Trotsky que diz: “Para Leon Trotsky, com todo o meu carinho, dedico esta pintura, no dia 7 de novembro de 1937. Frida Kahlo. Em San Ángel, México".

O autorretrato dedicado a Leon Trotsky celebra o breve romance que Kahlo teve com o líder revolucionário russo exilado Leon Trotsky, logo após sua chegada ao México, em 1937, e antes de ele ser assassinado, em 1940.

Embora esse quadro proclame a lealdade política da pintora ao trotskismo, Kahlo acabou rompendo com o movimento pouco depois e passou a apoiar Stalin em 1939.

Embora o tema do quadro revele a ligação da artista com a política internacional, o estilo inspirado na arte popular mexicana mostra seu envolvimento com a Mexicanidade, esse movimento pós-revolucionário que enfatizava o nacionalismo mexicano e rejeitava as influências europeias.

Os elementos que compõem o cenário e as cortinas se baseiam em pinturas vernaculares mexicanas chamadas "retablos" (retábulos). Essas imagens religiosas da Virgem Maria ou de santos cristãos pintadas em estanho, que Kahlo colecionava.

Ao se enquadrar entre cortinas, Kahlo assume o controle da própria realidade encenada, sendo protagonista em uma declaração dramática de lealdade política, assim como de amor.
O cenário imaginário da pintura de Kahlo serve como um espaço simbólico para uma expressão autoencenada.

Auto-retrato dedicado a Leon Trotsky by Frida KahloNational Museum of Women in the Arts

Créditos: história
Créditos: todas as mídias
Em alguns casos, é possível que a história em destaque tenha sido criada por terceiros independentes. Portanto, ela pode não representar as visões das instituições, listadas abaixo, que forneceram o conteúdo.
Compartilhar esta história com um amigo
Traduzir com o Google
Página inicial
Explorar
Por perto
Perfil